Minha cabeça tem dado nó atrás de nó esses dias. Escolhas são sempre tão complicadas, que quando me vejo entre dois caminhos, sempre penso se não estava melhor antes de eles atingirem o meu campo de visão. Quando não temos algo que pensamos querer muito, aceitamos facilmente as migalhas e fragmentos do desejado que a vida oferece. Mas quando nos deparamos com duas oportunidades distintas de alcançar o que se quer, a cabeça empurra outra questão “será que eu quero mesmo?” só pra não ser culpada pela escolha errada, ou até mesmo não ser obrigada a escolher. É foda!

Comentários

  1. Por isso queijo de nó é mais viável. u.u kk

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas